Acabou… e agora?

A união de duas pessoas pressupõe uma série de sentimentos e planos futuros. E assim que conhecemos alguém especial, começamos a fazer planos juntos, pensar a longo prazo ao lado dele (a)…,porém, esse sentimento as vezes acaba, mudamos o rumo das nossas vidas, e aquele tão sonhando “amor”, chega ao fim.

Recomeçar novamente pode ser muito doloroso para ambos, um sentimento de vazio se abate, e muitas vezes começa um conflito de egos.
Contudo, quando há respeito mútuo, mesmo com o fim do relacionamento, conduzo o Divórcio, sempre que possível, para que seja realizado de forma Consensual, ou seja, amigável entre as partes envolvidas, uma vez que o Divórcio Litigioso é moroso e muito mais doloroso para as partes.

Logo, nem sempre a composição amigável é possível, tendo em vista que o casal passa por um “luto” do fim do relacionamento, e, dessa forma, não querem entrar em acordo, seja com a partilha de bens, ou guarda dos filhos, sendo assim, conduzo o Divórcio Litigioso com muita seriedade e acolhimento que a mulher precisa, para que ela se sinta mais segura ao passar por esse processo doloroso, uma vez que um dos pilares mais importantes da sua vida, que é a família está em “jogo”.
Ademais, priorizo sempre, o respeito pelas partes envolvidas, com um zelo especial para mulher e preservação dos filhos.

Publicado por Simone Rosevel

Atuação focada em Direito de Família, atendendo especialmente a Divórcio Consensual, Dissolução de União Estável, Contrato de Namoro, Ação de Alimentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: